riqueza

FALSA RIQUEZA

“Texto extraido do livro PROPOSITO –  A coragem de ser quem somos  SRI PREM BABA”

Muitas vezes, buscamos freneticamente a riqueza material para encobrirmos a pobreza que nos habita. E as vezes o Karma permite que essa riqueza seja construida na matéria. No entanto, se a riqueza não tem lastro na verdade (se não é um produto da manifestação da plenitude da alma, mas sim um produto do medo da escassez), inevitavelmente, ela irá desmoronar. Esse tipo de riqueza não tem alma, pois não tem lastro no coração. Ela pode trazer uma alegria passageira, mas não gera paz. Muito pelo contrário: pode se tornar um fardo. Muitos conquistam fortunas, mas não conseguem relaxar para usufruir delas, pois estão sempre com medo de perder alguma coisa. Trata-se de uma riqueza que tem base na avareza. Alguns se tornam escravos da ideia de que pessoas gostam deles somente por causa do que eles têm – e as vezes isso é verdade. Proque essas pessoas se preocupam somente em ter, e não em ser.

Essa riqueza sem alma, sem lastro no coração, em algum momento precisará cair. Porque tudo que é construido com base na mentira, inevitavelmente, precisará ser desconstruído. A essência da experiencia humana é expansão da consciência, por isso tudo que  construímos precisa ter bases sólidas no mundo interno. Um castelo de areia não fica em pé quando a maré sobe. Para ficar de pé, ele precisa ter uma fundação sólida e resistente, o que significa que ela precisa ser verdadeira. Para isso , precisamos remover os mecanismos de defesa que estão a serviço da mentira – a mentira de que você é carente de amor. E isso só é possível através do autoconhecimento.

Não há nada de errado com a riqueza. O problema é a ausência de si mesmo. O que você conquistou lá fora não é um problema. O problema é não conquistar a si próprio.

Autoconhecimento é sinônimo de lembrança de si mesmo. Quando lembrarmos da nossa identidade real, retornamos automaticamente ao caminho do coração, que é o programa da nossa alma. Esse é o encaixe, o alinhamento ao qual me refiro. Porque, ao nos desviarmos do caminho do coração, passamos a nos sentir desencaixados. Se não estamos seguindo o programa de nossa alma, não importa o tamanho do sucesso que conquistamos no mundo, continuamos carregando uma angustia. Muitas vezes não percebemos, pois estamos muito envolvidos na luta pelo sucessoou pela sobrevivência, mas estamos sempre ansiosos, abatidos, tristes….Desencaixados.

As vezes você tem um lampejo de consciência e percebe que algo está errado. Percebe que talvez seja necessário encontrar outro caminho para sua vida, mas a mente está tão carregada de informações vindas de fora, tão contaminada pelas crenças, sobre o que é certo e o que é errado, que você fica confuso e perdido. Mesmo assim, segue em frente , insatisfeito, mas sem saber para onde ir. Sabe que tem alguma coisa errada, mas não consegue ainda identificar o que é, porque, aparentemente, não há nada fora do lugar. Você tem uma ótima casa, uma bela familia, um carrão na garagem, um emprego estável….Não há motivo para insatisfação! Cada vez que angústia bate a sua porta, você finge que não vê e tenta fugir. E foge através das mais diversas distrações: internet, televisão, compras….Necessidades simbólicas são criadas para amortecer a dor que está por trás dessa ansiedade. Essas necessidades se transformam em vícios que funcionam como amortecedores da consciência, por meio dos quais você guarda nos porões do incosciente aqueles conteúdos que foram negados.

3 comentários em “FALSA RIQUEZA

  1. Quando você for “partir” para ir em busca de si mesmo, deixe sempre uma “porta aberta” para que possas retornar ao que for verdadeiramente importante para ti.

    Reinos inteiros serão desconstruídos quando forem baseados na mentira, alimentados pelo “ego”.

    Ao deixar a porta aberta e quando passares a ouvir a voz do teu coração , as suas conquistas serão consequências e você se permitirá usufruir de suas riquezas materiais sem detrimento de seus tesouros espirituais.

  2. “Porque tudo que é construído com base na mentira, inevitavelmente,
    precisará ser desconstruído”

    Este é o processo pelo qual estamos todos passando, quer seja no nosso dia a dia, quer seja na política, na economia e na religiosidade.

    Mundos inteiros estão ruindo para dar espaço para o novo, o verdadeiro.

    Máscaras estão caindo, mentiras estão vindo a tona, o sofrimento é inerente.

    Almas estão sendo purificadas, a espiritualidade ressurge dentro de nosso ser, o coração fala mais alto e a mente se silencia.

    O amor fruto de nossa busca constante e incessante não precisa mais ser procurado, pois se encontra dentro de nós, nossa parte divina se manifesta e nos encontramos a plenitude, através do amor livre e incondicional.

    Que assim seja!!!

  3. A pobreza que nos habita é tão grande que nos tornamos seres altamente limitados.

    Somos incapazes de enxergar além das aparências, o que nos transforma em seres egoístas e mesquinhos. A fim de satisfazer e alimentar o nosso ego, somos capazes de atitudes imorais e egocentricas.

    A nossa verdadeira riqueza é moldada na verdade, na coerência de nossos atos através da “voz do coração”.

    Tudo, inevitavelmente , tudo que for construído na base da mentira fatalmente irá ruir, se transformará em cinzas. Para se reconstruir o que foi destruído demandara uma força ” sobrenatural”, isto se realmente for possível.

    “A essência da experiência humana é expansão da consciência, por isso tudo que construímos precisa ter bases sólidas no mundo interno”.

    O auto conhecimento é a chave mestra que nos permitirá abrir portas antes inimagináveis, como a parábola de Wo, canalizada por Kryon.

    Infelizmente e inúmeras vezes abrimos uma porta que nos clama incessantemente, e ao entrarmos por esta porta percebemos que o que tínhamos era realmente o que sempre havíamos procurado por toda uma vida: luz , cor, música, harmonia.

    E agora o que fazer? Que rumo tomar?

    É simples, ouça a voz do seu coração sempre!

Deixe uma resposta